NOTÍCIAS Voltar >

MARCO HISTÓRICO DE EREBANGO: FOGO DE CHÃO DO SENHOR DANILO WEBER

Publicado em 04/09/2019, Por Assessoria de Imprensa

Desde o ano de 1962, quando tinha 20 de idade, o agricultor Danilo Weber mantém aceso o fogo de chão, hoje abrigado no galpão instalado em sua propriedade localizada na Comunidade Santo Antônio, interior de Erebango. Ricamente decorado com instrumentos de trabalho, fotografias e recortes de jornais que já registram o modo de vida simples e hospitaleiro.

                Sem nunca deixar apagar o fogo, seu Danilo é acostumado a madrugar para alimentar os animais e fazer suas tarefas diárias, mas na propriedade do seu Weber a primeira preocupação é o fogo, aquele que ele considera seu melhor amigo, que esteve com eles em todas as ocasiões da sua vida.

                Desde menino o Senhor Danilo tinha atração pelo colorido vermelho e pelo calor produzido pelo fogo. Vivia tenteando uns gravetos e tirando faíscas de uma pedra, para ver as chamas cintilarem. Criado pelos irmãos depois da morte dos pais, ele herdou as terras em que a família vivia e foi ali, que criou o amigo que o acompanharia.

                De namoro firme, ele acendeu um fogo na taquara para aquecer o revirado de feijão, enquanto ia desmanchando a casa velha do pai para levantar ali o seu rancho, local em que pretendia levar a esposa a morar assim que casasse. Era dia de Nossa Senhora Aparecida, 12 de outubro e o agricultor viu no fogo um sentido especial, como se fosse dedicado à sua santa. Decidiu naquela hora, que não deixaria mais o fogo morrer. E assim fez.

                Quando a dificuldade financeira bateu à porta, e ele precisou trabalhar como tarefeiro, ficando vários dias fora de casa, ele teve no fogo seu maior apoio. Com medo que se apagasse, ele levava numa panela de ferro as brasas vivas para a lavoura. Armava acampamento e passava os dias trabalhando e usando o fogo para esquentar o chimarrão, fazer café e o carreteiro do almoço.

                E assim, o fogo continua aceso até hoje. Um exemplo a ser seguido e um orgulho ao Município de Erebango, que passa a ser reconhecido mundialmente pelo Fogo de Chão de seu Danilo Weber, como procede uma carta que ele recebeu de um amigo de Santa Maria em 10 de junho deste ano.

                Na carta o Senhor Joarez Dariva, escreve: “resido em Santa Maria, sou professor e desenhista aposentado, sou tradicionalista praticante e estudioso de nossas tradições, história e nossos costumes. Navegando na internet estou sempre procurando coisas do nosso querido Erebango “A MELHOR TERRA DO MUNDO”, para minha satisfação encontrei o famoso “FOGO DO SEU DANILO”, mantido aceso por longos e longos anos no seu rancho, então veio a lembrança do nosso tempo e não poderia deixar passar sem te enviar um fraterno abraço.

                Danilo este teu nobre gesto de manter o fogo aceso por décadas é uma forma muito especial de manter as nossas tradições e o orgulho de sermos gaúchos, por esse motivo te parabenizo pois és um exemplo de amor a nossa terra, um exemplo de respeito pelas nossas raízes e tradições, exemplo para a juventude que está vindo ocupando os nossos lugares.

                Um povo só se completa e tem honra quando respeita e cultua suas tradições.

                Embora meus pais não mais existam todos os anos faço uma visita ao cemitério em Erebango e claro para matar a saudades de nossa querida cidade rever os conhecidos e amigos que ai deixei.

                Com certeza na minha próxima visita terei o prazer de ir até teu rancho para conhecer o fogo do Seu Danilo e dar um abraço no amigo.

                Danilo estou te enviando uma pequena lembrança para que coloques no teu rancho como prova de admiração pelo teu trabalho e dedicação.

                O que fazes hoje com certeza será seguido pelos teus familiares amanhã fazendo um marco turístico para nossa terra, já temos o Cemitério do Combate que é um marco histórico e porque não “o Fogo do Seu Danilo” com o tempo se transformar em outro marco histórico? ”.





Imprimir Notícia - Compartilhar no Facebook