NOTÍCIAS Voltar >

Município intensifica imunização contra a covid-19

Publicado em 28/09/2021, Por Assessoria de Comunicação - Izabel Seehaber

A equipe de profissionais do município de Erebango mantém sua preocupação em proporcionar qualidade de vida e bem-estar à sua população. Como ainda permanecemos em um cenário de pandemia, os trabalhos relacionados à prevenção das complicações causadas pelo Coronavírus, são intensificados.

Uma das alternativas é por meio da vacinação que, conforme o mais recente relatório, divulgado no sábado (25), registra, até o momento: 2.224 aplicações de primeira dose; 1.707 aplicações de segunda dose e 30 aplicações de terceira dose ou reforço.

Em relação à imunização de adolescentes entre 12 a 17 anos, a etapa iniciou na semana passada e contemplou, até o momento, 27 munícipes, sendo que a faixa atual é a de 15 anos acima.

Em todo o Estado, quase 170 mil jovens já receberam a primeira dose de Pfizer – a única até o momento liberada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para esse grupo –, o que representa pouco mais de 19% do total de pessoas dessas idades no Estado.

Outras etapas no município!

A Secretaria de Saúde destaca que, também estão sendo aplicadas as doses de reforço para os idosos acima de 70 anos que fizeram a segunda dose a mais de seis meses. Os munícipes podem ir até a Unidade Básica de Saúde ou agendar para a equipe aplicar em casa.

Além disso, prosseguem as segundas doses - AstraZeneca, Pfizer e CoronaVac. Fique atento à carteirinha e complete seu esquema vacinal!

Horário:

Das 8h às 11h e das 13h às 16h. Após, é preciso agendar pelo telefone: 3339-1004.

Novo intervalo das vacinas da AstraZeneca e Pfizer

O Governo do Estado, por meio da Secretaria Estadual de Saúde, publicou na semana passada, o informe técnico nº 09/2021, onde informa uma nova atualização sobre o intervalo entre a primeira e a segunda dose das vacinas AstraZeneca/Fiocruz e Pfizer/Comirnat.

Segundo o documento, com o objetivo de evitar o atraso na vacinação, garantindo uma melhor resposta imune, sobretudo frente à circulação de novas variantes do Coronavírus, o intervalo entre a primeira e a segunda dose da vacina da Pfizer deverá ser de oito semanas e da vacina da AstraZeneca, poderá ser agendado a partir de 10 semanas até 12 semanas.





Imprimir Notícia - Compartilhar no Facebook